quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

959 gramas


Quem trabalha numa profissão como a minha, sabe que a monotonia é uma palavra desconhecida. É um telefonema que nos rouba tempo e paciência, é uma voz simpática ao telefone a querer uma informação, é um colega a perguntar-nos se sabemos onde está um processo, é o correr para os gabinetes dos magistrados com processos, enfim são dias imprevisíveis. 
E para confirmar essa imprevisibilidade, ontem vieram-me entregar uma encomenda dos CTT com o meu nome como destinatário, mas sem remetente. 
Estranhei, mas como corajoso que sou e levemente curioso, abri.
Mal levantei a tampa, apercebi-me do que era. 
Xicolates. Mais concretamente, 959 gramas de xicolate.
Não é preciso ser nenhum génio para saber quem os enviou.
E numa fracção de segundos, compreendi o meu erro. Tinha feito tudo mal. 
Não há gaivota nenhuma, nem monstro das bolachas, que consigam comer 959 gramas de xicolate.  Como só ia entregar um modesto xicolate (efeitos da crise, sou um jovem sem subsídio de Natal) era sempre vítima da gulosice daquelas personagens. Da próxima vez, tenho de arranjar um xicolate com mais de 900 gramas.


Resta-me agradecer ao Remus tamanha gentileza, retribuir-lhe os desejos de um santo e feliz Natal, inclusos para família e amigos, que 2015 seja muitíssimo melhor que este ano. 
Não lhe posso retribuir da mesma doce forma, pois falta-me o código postal e a rua. 
Se não for agora, num futuro próximo será.

E assim, com este episódio extra, fica encerrada a telenovela do xicolate.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Foto-agradecimento

Depois de tanta xicolate-generosidade, sinto-me na obrigação de foto-agradecer.
Não sei se o guloso do Remus gosta, mas posso garantir que é muito bom.


E assim, declaro iniciada a época natalícia neste blogue.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Para o super guloso de mão estendida


Eu tentei, já perdi a conta das vezes que tentei.
Sempre que tento entregar o xicolate ao Remus acontece algo. 
Aqui fica a prova da minha última tentativa.










quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Porta e afins 97 - Porta Super Lock

Porta Super Lock
Rua de Sá da Bandeira, Porto

Não é Super Bock, é Super Lock - A rua é super.
Mais uma porta da antiga Casa Forte. (porta nºs 12 e 16)

A porta 100 está à porta.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Porta e afins 96 - Porta azul da girafa

Porta azul da girafa
Avenida Fernão de Magalhães, Porto.

As girafas estão por todo o lado no Porto, até se associaram às minhas portas.

A porta 100 está à porta.